CDC Centers for Disease Control

Andam circulando por aí várias piadas sobre os abusos e absurdos de tradução ao inglês. Naquele hotel de beira de estrada, que com certeza está “prontíssimo para a Copa”, há suco de manga que virou sleeve juice. Falemos agora sobre os micos da tradução ao português na preparação para a Copa de 2014.

Depois da pequena saia justa causada pela recomendação feita aos cidadãos americanos de levar camisinhas compradas nos Estados Unidos ao Brasil para a Copa do Mundo, o CDC (Centro de Controle de Doenças do Estados Unidos) emitiu recentemente um boletim sobre cuidados de saúde que todo turista americano deve ter ao visitar o Brasil durante a Copa do Mundo da FIFA. Além das recomendações de praxe sobre álcool, drogas e segurança (como por exemplo, beber em moderação), há um glossário no site do CDC sobre termos médicos que todo turista deve conhecer:

Glossary of Health and Safety Terms

English Portuguese Pronunciation
I feel sick. Eu me sinto doente. AY-oo may SEEN-to do-EN-tee
I have a… Tenho… TEN-yoo
…headache. …dor de cabeça. door deh kah-BAY-sah
…stomachache. …dor de barriga. door deh bah-HEE-gah
…fever. …febre. FEH-bree
…sore throat. …dor de garganta. door deh gahr-GAHN-ta
…toothache. …dor de dente. door deh DEN-tee
…rash. …rash cutâneo. hash koo-TAHN-ee-oh
…sunburn. …queimadura de sol. kay-mah-DURE-ah deh sole
…runny nose. …coriza. core-EE-zah
I sprained my ankle. Torci meu tornozelo. Tore-SEE MAY-oo tore-noh-ZAY-loo
I strained a muscle. Puxei um músculo. poo-SHAY oom MOO-skoo-loo
I am dizzy. Estou tonto (fem. = tonta). Es-TOE TONE-too / TONE-tah
I have been bitten by mosquitoes. Fui picado por pernilongo (muriçoca). fwee pee-KAH-doo poor pare-nee-LONE-goo (moo-ree-SO-kah)
I am allergic to… Tenho alergia a… TEN-yoo ah-lair-JEE-ah ah
Where is the nearest hospital? Onde fica o hospital mais próximo? OWN-gee FEE-kah oh os-pee-TAH_oo mize PROH-see-moh
Where is the nearest pharmacy? Onde fica a farmácia mais próxima? OWN-gee FEE-kah ah far-MAH-see-ah mize PROH-see-mah
Can I see a doctor/nurse? Posso ver um médico/enfermeiro? POH-soo vair oom MEH-dee-koh / en-fair-MAY-roh
Can you give me something for the pain? Pode me dar algo para dor? POH-djee me dar AL-go PAH-ra door

Como você pode notar, este glossário assassina a língua portuguesa de várias maneiras.

Em primeiro lugar, a suposta pronúncia fonética é difícil de ser entendida pelo brasileiro médio. Veja, por exemplo, a falta de palatalização (o som “tch”) em dor de dente; o “o” aberto em vez do fechado em “torci meu tornozelo”, o erro do “o” longo em “por pernilongo” e tantos outras pérolas fonéticas. Não seria mais honesto usar o AFI, o alfabeto fonético internacional?

Em segundo lugar, o que dizer da tradução literal do “puxar um músculo”? Será que não souberam dizer “distendi um músculo”?

E por último, por que não ensinar que alguém foi “picado por mosquito”, já que é tão mais parecido com o inglês? E claro, se for para cultivar a diversidade linguística de regionalismos como muriçoca, sigamos o exemplo da Wikipédia: mosquito, pernilongo, mosquito-prego, muruçoca, muriçoca, carapanã, carapanã-pinima, fincão, fincudo, melga, sovela e bicuda

Tem mais: não sou a única a reclamar: http://oglobo.globo.com/esportes/copa-2014/cartilha-da-fifa-para-turistas-estrangeiros-causa-polemica-11956639.

#vaitercopa!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *